Versión para imprimir

English · Español · français · italiano · Português

Quem somos

Rádio Mundo Real é um projeto de comunicação alternativa da Amigos da Terra Internacional à serviço dos movimentos sociais com um enfoque latino-americano. O projeto é levado adiante por REDES - Amigos da Terra Uruguai, em estreita cooperação e coordenação com os grupos da Amigos da Terra da América Latina e Caribe.

Rádio Mundo Real produz informação em três idiomas: espanhol, inglês e português. Com um enfoque ambientalista do ecologismo popular, RMR divulga informação sobre conflitos ambientais sob o lema "dar voz aos que não têm voz".

Assim, o trabalho diário da Rádio Mundo Real concentra-se na luta dos movimentos camponeses e organizações indígenas, as ações pelo direito humano à água, a denúncia do poder e dos impactos das empresas transnacionais, a luta por justiça climática e justiça ambiental, a resistência ao avanço dos transgênicos e agrocombustíveis, as experiências de produção e comércio local, o agir das instituições financeiras internacionais e a resistência dos povos contra elas e contra os tratados de livre comércio e de investimentos.

Esta informação está organizada em: Água, Resistência ao neoliberalismo, Florestas e Biodiversidade, Direitos humanos, Energia e Mudança Climática, Gênero, Indústrias extrativas e Soberania Alimentar e Transgênicos.

Camponeses, indígenas, atingidos por atividades petroleiras ou mineradoras, pescadores, trabalhadores, as vítimas do desenvolvimento, ativistas, integrantes de organizações sociais, principalmente ambientalistas, são alguns dos atores que estão na Rádio Mundo Real.

O funcionamento da Rádio Mundo Real aposta na chamada convergência tecnológica: através da internet pretendemos divulgar informação para que mídias comunitárias possam difundí-las. Ao mesmo tempo, o carácter de rádio web, possibilita apresentar a informação tanto em formato escrito quanto em áudio, para produzir materiais não só para ser ouvidos, como também para ser lidos e distribuídos por e-mail, republicados em outros sites e enviados em boletins eletrônicos.

Rádio Mundo Real considera fundamental dar voz aos movimentos e organizações que geralmente são silenciados pelas mídias corporativas. A cobertura das atividades diretamente do lugar onde ocorrem visa fazer com que RMR seja um amplificador das posições, as lutas, as formas de pensar e sentir, e as propostas do movimento global de oposição ao neoliberalismo e ao capitalismo, em suas diversas formas.

Rádio Mundo Real têm feito desde seu nascimento em 2003 dezenas de coberturas especiais. Dentre elas, destacam-se vários encontros do processo Fórum Social Mundial e da Cúpula dos Povos, no Fórum Mundial sobre Soberania Alimentar em Mali, em fevereiro de 2007, e nas atividades paralelas à Cúpula das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 13) na Indonésia, em dizembro de 2007.

Amigos da Terra Internacional é a rede mais extensa de grupos ecologistas de base no mundo, com mais de 70 grupos nacionais diversos e cerca de 5000 grupos locais de ativistas em todos os continentes. Com cerca de um milhão de membros e colaboradores em todo o mundo, Amigos da Terra Internacional realiza campanhas sobre os temas sociais e ambientais mais relevantes; questiona o modelo econômico imperante e a globalização comandada pelas transnacionais, promovendo, ao mesmo tiempo, soluções que permitam criar sociedades ecologicamente sustentáveis e socialmente justas.

Equipe de produção jornalística:

  • Edgardo Mattioli - edgardo.mattioli at radiomundoreal.fm
  • Ignacio Cirio - ignacio.cirio at radiomundoreal.fm
  • José Elosegui - jose.elosegui at radiomundoreal.fm
  • Mauro Pintos - mauro.pintos at radiomundoreal.fm
  • Mercedes Camps - mercedes.camps at radiomundoreal.fm
  • Mercedes Eguiluz - mercedes.eguiluz at radiomundoreal.fm
  • Pablo Cardozo - pablo.cardozo at radiomundoreal.fm
(CC) 2009 Radio Mundo Real 10 años

Radio Mundo Real 2003 - 2016 Todo el material aquí publicado está bajo una licencia Creative Commons (Atribución - Compartir igual). El sitio está realizado con Spip, software libre especializado en publicaciones web... y hecho con cariño.